Página Inicial > Leituras > Sugestões > Ghost

Ghost
Jason Reynolds

 

Título:

Ghost

Autor:

Jason Reynolds

Ilustrador:

------

Editor:

Fábula

 

 

 

 

Fantasma é alguém morto mas presente. Dado à invisibilidade, tem o poder de controlar a quem e como aparece, segundo criações do imaginário colectivo. O que faz então um adolescente auto-denominar-se Ghost? Será porque gosta que ninguém o veja? Será porque se move com uma velocidade e agilidade que não deixa vestígio? Um mecanismo de defesa será certamente, tendo em conta que este adolescente tem um passado de medo que quer ultrapassar. Mas o medo de que o pai volte para os matar, a si e à mãe, não se encerra em si mesmo. Ganhou contornos de segredo, de tabu e de vergonha, associados às dificuldades financeiras por que passa a família agora assente apenas na figura da mãe trabalhadora, cansada e esforçada. Se por um lado a narrativa dá a conhecer ao leitor este contexto, não o faz como enquadramento, antecipando e justificando as atitudes do rapaz. Nem tão pouco se desvelam todos os detalhes na sequência das suas reacções aos novos colegas da equipa de atletismo ou do roubo dos ténis. Parte deste contexto prévio vai sendo composto através do presente e tem na figura do treinador alguém essencial. A novela agrega todos os principais elementos em defesa da transformação identitária, do desenvolvimento dos valores e da valorização das qualidades do sujeito em risco de exclusão. Não chega a ser um romance de formação, já que apenas se centra num momento de viragem e em como ele não pode ser deitado fora. Apesar do tom algo moralista dos diálogos esta é uma narrativa relevante que destaca a importância de se acreditar em si mesmo sem se ver como alguém sempre em desvantagem ou desrespeitado pelos outros. O que mais se destaca na composição das personagens é precisamente o conflito interior de Ghost, entre a revolta, a culpa, a vergonha e o desejo de ser aceite e respeitado. O desporto como mote para a integração social cumpre na intriga o mesmo papel que tantas vezes cumpre na sociedade: o de oferecer auto-satisfação, objectivos, respeito, em troca do cumprimento de regras, do esforço, da dedicação e do respeito pelo outro.

Palavras-chave: conflitos sociais, auto-superação, família

Se gostaste, experimenta...

Patina (em inglês) - Jason Reynolds, Atheneum/ Caitlyn Dlouhy Books

Sou um crime - Trevor Noah, Tinta-da-China

À sombra da vida - Margarida Fonseca Santos, Booksmile

Ver