Página Inicial > Leituras > Sugestões > Rosa Branca

Rosa Branca
Christophe Gallaz

 

Título:

Rosa Branca

Autor:

Christophe Gallaz

Ilustrador:

Roberto Innocenti

Editor:

Kalandraka

 

 

 

 

Não é a primeira incursão do reconhecido ilustrador italiano pelo universo da 2ª Guerra Mundial. Rosa Branca aborda, todavia, uma perspectiva pouco comum na literatura infantojuvenil: a visão de alguém que não é alvo de perseguição, tortura e morte. Assim, Rosa é uma menina que vive numa vila e ali vai assistindo às movimentações das tropas nazis e à violência dos soldados bem como à conivência e indiferença de alguns adultos. A sua curiosidade leva-a a descobrir um campo de concentração e ali um grupo de crianças. Tudo é poético e trágico neste álbum, do nome da protagonista aos constrastes e tons lúgubres do traço realista de Innocenti. A cada página dupla, os cenários sucedem-se como se de fotografias se tratasse e a angústia perpassa nos movimentos, nas sombras, nos pormenores das vestes, das ruas, dos camiões, das casas. Se pudéssemos estabelecer um paralelo com a narrativa O Rapaz do Pijama às Riscas, diriamos que Rosa Branca representa a sua antítese pela verosimilhança, pelos vazios do texto e da imagem, pela ausência de moralismo. O paradigma da economia textual que serve a prodigiosa representação do espaço e das personagens confere a este álbum um sentido trágico inequívoco e desconcertante, mostrando que a 2ª Guerra Mundial teve mais lados e que quem vivia na área ocupada pelo exército nazi não era necessariamente conivente com o regime.

Palavras-chave: 2ª Guerra Mundial; ilustração, História, solidariedade, morte

Se gostaste, experimenta...
A verdadeira história de Erika, Roberto Innocenti, Kalandraka
Fumo, Antón Fortes, Joanna Concejo, OQO
Depois, Morris Gleitzman, Fábula

Ver