Página Inicial > Leituras
Sugestões de leitura
Sugestões de leitura
agosto 2018
A lebre e o Raminho de salsa e outras histórias Júlia é uma menina que vai viver na orla de um bosque com a sua mãe. Acabadas de chegar a mãe requisita a sua ajuda para ir pedir um Raminho de salsa a alguém da vizinhança. Até aqui o leitor não dúvida da lógica realista da acção. Acontece que quando a menina encontra a lebre e com ela entabula um diálogo cheio de mal entendidos logo se percebe que os vários contos do livro vão explorar alguns elementos das histórias tradicionais subvertendo - os com muito humor, especialmente ao nível do discurso. A juntar à lebre presunçosa e egocêntrica há o porco que a páginas tantas a lebre oferece parcialmente em sacrifício a Júlia contra vontade de ambos.  http://pnl2027.gov.pt/np4/alebreeoraminho.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=A_Lebre_E_O_Raminho_De_Salsa_E_Outras_Hi.jpg
A verdadeira história de Tom Trueheart O início faz ecoar as narrativas universais, que se passam em tempo e espaço indeterminado, como os contos de fadas. Logo se apresenta a família Trueheart cuja profissão é no mínimo insólita: os seis irmãos são responsáveis por terminar aventuras iniciadas por uma agência assumindo papeis reais no país das histórias. Tom, ao contrário dos irmãos, é um rapaz mais sensível, pacato e menos intrépido. Sendo o mais novo está ainda longe de se iniciar na profissão de herói.  http://pnl2027.gov.pt/np4/tomtrueheart.html http://pnl2027.gov.pt/np4/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=A_Verdadeira_Historia_de_Tom_Trueheart.jpg
A Biblioteca Os seis contos que Zoran Živković se propõe partilhar com o leitor são, no mínimo, inusitados. Dedicam-se a explorar seis tipo de biblioteca que aparecem como que por magia na vida dos narradores. Cada situação inexplicável parece ajustar - se a cada protagonista, que reage com indignação, alegria, dúvida, medo, resignação. No entanto, os narradores protagonistas não se afiguram muito comuns, seja porque dirigem a sua atenção para algo que não parece tão relevante ao leitor, seja porque têm comportamentos estranhos. Não existe nenhuma informação acessória já que tudo o que cada um conta se relaciona sempre com o que lhe está a acontecer.  http://pnl2027.gov.pt/np4/abiblioteca.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=A_Biblioteca.jpg
Harry Potter (saga) A saga Harry Potter tem lugar em qualquer lista de recomendações de leitura para um público alargado. Embora já tenha passado a moda, a febre do merchandising, e o efeito viciante da expectativa de novos livros, a personagem continua a ser cara a muitas crianças e pré-adolescentes. Há quem se comece a interessar por volta dos dez anos mas o maior fluxo de leitores acontece precisamente entre o 2º ciclo e o 7º ano. Harry Potter tem tudo para continuar a agradar a muita gente.  http://pnl2027.gov.pt/np4/harrypotter.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=Harry_Potter_e_a_Pedra_Filosofal.jpg
Maus Este testemunho em banda desenhada tem os condimentos para agradar ao público jovem: o tema do Holocausto e o facto de ser uma história real.
O autor narra, em duas partes, a vida do seu pai desde a juventude, quando conhece a sua mãe até ao fim da 2a guerra mundial e à ida para os E.U.A. Fá-lo sem deixar de fora a voz do próprio pai. Assim, Art Spiegelman acrescenta ao testemunho fortíssimo de uma vítima do Holocausto a sua própria relação com essa pessoa, o seu pai. 
http://pnl2027.gov.pt/np4/maus.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=Maus.jpg
Meia hora para mudar a minha vida O título pertence ao refrão de uma música da cantora brasileira Adriana Calcanhoto, muito conhecida quando o livro foi editado pela primeira vez. Mas pouco afecta a leitura dos que hoje não conhecerem a música ou não identificarem o nome Vilarinho com um ex-presidente do Benfica. Já Gil Vicente espera-se que todos conheçam... O que esta narrativa tem de difícil é precisamente o que lhe dá densidade e coerência. Tudo é contado sem o rigor da linearidade temporal pelo que cada episódio encaixa num palimpsesto que o leitor vai relacionando e ampliando.  http://pnl2027.gov.pt/np4/meiahorapara.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=Meia_Hora_Para_Mudar_a_Minha_Vida.jpg
Momo Momo é um clássico com mais de quatro décadas de existência. Todavia, não há nada que leve o leitor actual a suspeitar. No final o escritor, num apontamento metaficcional, relata o encontro com o narrador da história que nos dá agora a ler e de como este o deixa com uma frase paradigmática: "- Contei-lhe tudo isto – disse ele – como se já tivesse acontecido. Também o poderia ter contado, como se estivesse para acontecer no futuro. Para mim a diferença não é assim tão grande." Momo é uma menina que vive sozinha nas ruínas de um anfiteatro romano.  http://pnl2027.gov.pt/np4/momo.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=Momo.jpg
Ninguém perguntou por mim A abrir, uma troca de correspondência entre uma leitora e o escritor a propósito de acontecimentos futuros. A leitora estava muitíssimo curiosa sobre o que aconteceria a Abílio, personagem principal de Os Filhos de Montepó. Neste novo livro Abílio é dois anos mais velho e resiste ao isolamento da aldeia com o sonho de partir. Já não vive atormentado pela violência do pai, que depois do nascimento dos gémeos se tornou um triste, acabando por emigrar clandestinamente para França para tentar ajudar a família. De resto pouco mudou na sua vida.  http://pnl2027.gov.pt/np4/ninguemperguntoupormim.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=Ninguem_Perguntou_Por_Mim.jpg
O acusado John Grisham já era conhecido do público adulto pelos seus policiais. Este título é o terceiro da colecção do mesmo género que o autor escreve para jovens. Logo no início se identifica uma característica específica das narrativas para adolescentes: o protagonista é um deles.
Theo tem 13 anos e pode chegar a irritar o leitor pela profusão de qualidades que tem. É bom aluno, educado, cumpridor das regras criadas pelos adultos que respeita e muito interessado por questões jurídicas. Filho único de uma família quase perfeita, encontrou o seu fascínio pelo direito na profissão dos pais, advogados. 
http://pnl2027.gov.pt/np4/oacusado.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=O_Acusado.jpg
O Deus das Moscas Parece um sonho tornado realidade. Que criança não brincou imaginando-se com amigos numa ilha deserta, vivendo aventuras em total liberdade? Contudo, o que acontece na ilha selvagem que o escritor americano imagina em 1954 é bem mais profundo. O grupo de rapazes que sobrevive à queda do avião desde cedo manifesta impulsos emocionais de empatia e crueldade entre si. Golding não transforma crianças moralmente impolutas em seres violentos e perigosos. Não é preciso grande esforço do leitor para encontrar tensões, processos de liderança, manifestações de poder, expectativas defraudadas, confiança traída.  http://pnl2027.gov.pt/np4/odeusdasmoscas.html http://pnl2027.gov.pt/np4Admin/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=O_Deus_das_Moscas.jpg
O rapaz do rio Tim Bowler é um autor que garante sempre leitores. A componente maravilhosa das suas narrativas provoca um sentido misterioso à narrativa e impele o leitor a antecipar caminhos pela inferência e pela previsão. O Rapaz do Rio conta a história de uma rapariga que acompanha o final da vida do avô no seu regresso ao local onde vivera. A relação de ambos distingue-se daquela que mantêm com o resto da família por terem uma sensibilidade especial em relação à vida.  http://pnl2027.gov.pt/np4/orapazdorio.html http://pnl2027.gov.pt/np4/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=O_Rapaz_do_Rio.jpg
Se isto é um homem Esta narrativa tem muito para despertar o interesse dos leitores adolescentes. O Holocausto é um tema que congrega a história real e o testemunho com um horror quase fantástico, de tão inacreditável. Ao contrário do que acontece com outros tópicos, atrai tanto quem começa a experimentar ideologias como quem se comove com a desumanização. O facto de neste livro o leitor receber um testemunho real da sobrevivência num campo de trabalho nazi relatado em primeira pessoa transforma-se rapidamente numa caixa de Pandora.  http://pnl2027.gov.pt/np4/seistoeumhomem.html http://pnl2027.gov.pt/np4/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=226&fileName=seistoeumhomem.jpg
logo
logo
2020 © Plano Nacional de Leitura
2020 © Plano Nacional de Leitura