Um livro por semana
Um livro por semana
Um livro mágico
20.junho.2020

 

Cem anos de solidão

Um fuzilamento inicia o maior romance latino-americano de todos os tempos: Cem Anos de Solidão (editora D. Quixote) de Gabriel García Márquez.

“Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento o coronel Aureliano Buendia havia de recordar o gelo. Macondo era então uma aldeia de vinte casas de barro e taquara, construídas à margem de um rio de águas diáfanas que se precipitavam por um leito de pedras polidas, brancas e enormes como ovos pré-históricos. O mundo era tão recente que muitas coisas careciam de nome e, para mencioná-las, era preciso apontar com o dedo. Todos os anos, pelo mês de Março, uma família de ciganos esfarrapados plantava a sua tenda perto da aldeia e, com um grande alvoroço de apitos e tambores, dava a conhecer os novos inventos. Primeiro trouxeram o íman. (…) e até os objectos perdidos há muito tempo apareciam onde mais tinham sido procurados e arrastavam-se em debandada turbulenta atrás dos ferros mágicos de Melquíades. “As coisas têm vida própria” apregoava o cigano com áspero sotaque, “tudo é uma questão de despertar a sua alma.” José Arcadio Buendía, cuja desatada imaginação ia sempre mais longe que o engenho da natureza, e até mesmo além do milagre e da magia que era possível servia-se daquela invenção inútil para desentranhar o ouro da terra. Melquíades, que era um homem honrado, preveniu-o: “para isso não serve.” Mas José Arcadio Buendía não acreditava, naquele tempo, na honradez dos ciganos, de modo que trocou o seu jumento e um rebanho de cabritos pelos dois lingotes imantados.”

 

 

Cem Anos de Solidão é um livro mágico. Fala-nos de um mundo louco e inverosímil, mas simultaneamente onde tudo é possível de acontecer. É uma narrativa peculiar que nos permite acompanhar a complexa genealogia de uma família sul-americana. Para conhecer melhor as personagens do livro, veja:

 

 

 

Na Revista Prosa Verso e Arte descubra os segredos da obra Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez.


Cien Años de Soledad

Gabriel García Márquez. Cien Años de Soledad.1ª ed. Ediciones Sudamericana

 

Em Portugal as capas das primeiras edições

 Cem anos de solidão - Publicações Europa-América    Cem anos de solidão - Dom Quixote    Cem anos de solidão - Dom Quixote 

 

No aniversário dos 50 anos da publicação de Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez, a Blimunda publica um texto do escritor António Mega Ferreira sobre esse monumento literário que marcou o panorama das letras mundiais. Clique na revista Blimunda para ler este texto.

 

 

 Gabriel García Márquez

 

O livro que deu fama a García Márquez e a uma terra real de tão imaginada — Macondo. Leia o artigo da Revista EXPRESSO.

 Revista Bula

 

A Revista Bula considera que o livro Cem Anos de Solidão criou uma geração de leitores, saiba tudo aqui

 

 Gabriel García Márquez

No Verão Quente de 1975, Gabriel García Márquez veio passar duas semanas a Portugal. Encontrou-se com escritores e poetas, comoveu-se com o processo revolucionário e escreveu três reportagens para a revista que ele próprio tinha fundado, um ano antes, na Colômbia. Leia mais aqui.


Gabo - A Magia da Realidade é um documentário notável sobre a vida de Gabriel García Marques.

 

 

 

 

 Sugestões de outros livros do autor

 Crónica de uma morte anunciada Contos completos Os funerais da mamã grande 

 O Outono do Patriarca Olhos de cão azul O amor nos tempos de cólera 

 Doze contos peregrinos Cem anos de solidão Do amor e outros demónios 


Veja outros "Um Livro por Semana"

ENTRELER
Revista digital, anual, livre e gratuita, sobre leitura, escrita e literacias.