Um livro por semana
Um livro por semana
Um livro ocasional
25.julho.2020

 Capa

 

“No Outono de 2017, o Guardian propôs-me que escrevesse para as suas páginas uma coluna semanal. Senti-me lisonjeada e, ao mesmo tempo, assustada. Nunca fizera uma experiência desse género e receava não ser capaz. Depois de muitas hesitações, fiz saber à redacção que aceitaria a proposta se me fosse enviada uma série de perguntas, a cada uma das quais, por sua vez, eu responderia respeitando os limites do espaço que me fosse fixado.” (A Invenção Ocasional, Relógio d’ Água, 2019).

O resultado deste convite foi A Invenção Ocasional, que reúne meia centena de textos, uma polifonia de temas. Fala da mãe e das filhas. Numa prosa ironica   comenta  todo o tipo de mentiras, o silêncio, as  reticências e os pontos de exclamação. Fala da urgência da escrita, filmes e  das novidades literárias. As plantas que ama, mais do que os gatos, são uma paixão partilhada neste pequeno grande livro de crónicas.

 

ferrante

 

“Não tenho a obsessão de me sentir informada sobre tudo o que acontece no mundo. Em mais nova limitava-me a passar os olhos por alguns títulos de jornal e via o noticiário televisivo sem qualquer continuidade. Foi o crescente interesse pela política, que  explodiu por volta dos vinte  anos, que me impeliu a acumular notícias. Tinha a impressão de ter vivido até esse momento de maneira distraída e tive medo de vir a viver a minha vida sem me dar conta sequer dos desastres, dos horrores à minha volta.” 

 

ferrante2

 

“Para mim  ser italiana  esgota-se  no facto de falar e escrever em língua italiana.  Dito assim parece pouco, mas é realmente  muitíssimo. Uma língua é um compêndio de História, de Geografia, de vida material e espiritual, de vícios e virtudes  não só de quem fala, mas também de quem falou ao longo dios séculos. As palavras, a gramática, a sintaxe  são um cinzel que esculpe o pensamento. Para já não falarmos da tradição literária, extraordeinária refinaria da experiencia  em bruto em actividade há séculos e séculos, reservatório de inteligência  e de técnicas expressivas, que me orgulho de ter por origem e que me formou.”

 

No livro A Invenção Ocasional cada crónica é acompanhada por uma magnifica ilustração de Andrea Ucini.

 

Ferrante3

 

Elena Ferrante é atualmente a escritora italiana mais popular no mundo inteiro. A sua identidade é um mistério. Talvez tenha nascido em Napóles, não se sabe.  Nunca ninguém viu o seu rosto nem sabe onde reside, apenas se conhecem os seus livros.  A “febre” de Ferrante começou com a publicação da tetralogia A Amiga Genial, em todo o mundo se fala sobre a escritora e os seus livros.

 

 

Elena Ferrante: em entrevista rara, autora comenta o processo de escrita da tetralogia napolitana. Leia aqui.

 

Barco

 

“Dois anos antes de sair de casa, o meu pai disse à minha mãe que eu era muito feia”: Elena Ferrante está de volta. Leia mais no Jornal Expresso.

 

flor

 

O novo livro de Elena Ferrante - A Vida Mentirosa dos Adultos - já tem tradução portuguesa assegurada pela Relógio d’Água e vai ser uma série na Netflix. Leia tudo aqui.

 


Os livros de Elena Ferrante  


 A Amiga Genial HISTÓRIA DO NOVO NOME HISTÓRIA DE QUEM VAI E DE QUEM FICA HISTÓRIA DA MENINA PERDIDA

 

Escombros CRÓNICAS DO MAL DE AMOR A Praia de Noite A Invenção Ocasional

    

Veja outros "Um Livro por Semana"

ENTRELER
Revista digital, anual, livre e gratuita, sobre leitura, escrita e literacias.