Página Inicial > Livros PNL > 18.ª Sessão do Clube de Leitura - PNL2027 a ler!

18.ª Sessão do Clube de Leitura - PNL2027 a ler!
18.ª Sessão do Clube de Leitura - PNL2027 a ler!
Setembro 2021

Livros que andamos a ler

18.ª sessão do Clube de Leitura

Setembro 2021

 

A Balada do Medo

 

A 18.ª sessão do Clube de Leitura PNL2027 contará com a presença do escritor Norberto Morais, dia 29 de setembro, às 21 horas, no zoom (o link será divulgado em breve).

“No dia em que regressa a casa, cinco meses e meio depois de ter partido pela última vez, Cornélio Santos Dias de Pentecostes é confrontado com o anúncio da sua morte. Dez dias é quanto lhe resta de uma vida até aí bem-aventurada e feliz, que não tornará a sê-lo.

Durante uma semana e meia, o caixeiro-viajante de Santa Cruz dos Mártires mergulhará numa espiral de desespero, percorrendo os caminhos mais sinuosos de si e do seu passado à procura de motivos e salvação.

Ambientado numa América Latina imaginária, e carregado do simbolismo a que o autor nos habituou, A Balada do Medo é uma viagem aos lugares mais remotos das emoções humanas e uma alegoria aos dias ansiosos do presente, nos quais a verdade varia consoante os interesses de quem a vê, e ninguém é já um, mas uma miríade de personagens representando de acordo com as circunstâncias.

Num jogo de humor e sombras, Norberto Morais retoma a criação de um mundo que nos convoca para aquilo que de melhor se produziu na literatura latino-americana. “   in Wook.

 

Apresentação do livro

Aceda aqui ao vídeo

 

 Norberto Morais

 

Norberto Morais é conterrâneo de Hermann Hesse, tendo nascido numa pequena cidade da Floresta Negra, Calw, em 1975. Aos 6 anos, foi viver em Marinhais, em Portugal, onde traçou as primeiras linhas sem jamais se considerar “escritor” e de onde saiu em 1996 para estudar psicologia em Lisboa. Graduado no Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA), foi voluntário na Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, frequentou o Hot Club e teve uma banda, na qual era vocalista, letrista e compositor. Em 2002, quando tudo estava preparado para que fosse músico ou psicólogo, dedicou-se à escrita e mudou seu destino. Alguns meses mais tarde compreendeu que, bem ou mal, estava condenado a escrever para o resto da vida. Publicou o seu primeiro romance, Vícios de amor, em 2008, em Portugal

 

Participe!

Acompanhe-nos aqui

 

ENTRELER
Revista digital, anual, livre e gratuita, sobre leitura, escrita e literacias.